21.03.2020

Atualização das recomendações para estudantes assistidos sobre isolamento domiciliar

Compartilhar   

Considerando:

- As previsões de crescimento exponencial da doença causada pelo CoVID-19 para os próximos quinze dias, mesmo que em escala menor que em outros países;

- As recomendações oficiais atualizadas publicadas pela Organização Mundial de Saúde, Organização Pan-Americana de Saúde, Ministério da Saúde, Secretaria de Saúde do Estado Minas Gerais e Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte;

- As orientações do Comitê Permanente de Acompanhamento das Ações de Prevenção e Enfrentamento do Novo Coronavírus (UFMG); e

- As orientações publicadas pelo Departamento de Medicina Preventiva e Social da Faculdade de Medicina da UFMG.

O Comitê Local da Fump do Enfrentamento do CoVID-19 recomenda a todos os seus estudantes assistidos em seu domicílio, república ou moradias da Fump:

 

 

1. Comportamento pessoal

As boas práticas de prevenção devem ser seguidas pelos funcionários, moradores, prestadores de serviços e visitantes entre outros.

. Orientar a adoção das medidas de etiqueta respiratória: se tossir ou espirrar, cobrir o nariz e a boca com cotovelo flexionado ou lenço de papel;

. utilizar lenço descartável para higiene nasal (descartar imediatamente após o uso e realizar a higiene das mãos);

. evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;

. realizar a higiene das mãos frequentemente com água e sabonete ou preparação alcoólica, por pelo menos 20 segundos.

. Manter os ambientes ventilados.

. Realizar frequente higiene das mãos, preferencialmente, com água e sabão; ou em caso de não poder, com preparação alcoólica (por pelo menos 20 segundos).

. Evitar cumprimentos com as mãos, abraços ou “beijinhos”. Faça bom uso das mídias sociais.

. Seguir a medida de distanciamento social (2 metros entre pessoas).

. Limpar óculos com água e sabão e celulares com preparação alcoólica.

. Tirar os sapatos antes de entrar em casa.

 

2. Medidas dentro da residência

. Maçanetas, corrimãos, interfones, mesas e cadeiras de uso comum devem ser limpos regularmente com álcool a 70% ou uma solução desinfetante.

. As lixeiras devem ser esvaziadas regularmente, sobretudo se contiverem lenços e materiais utilizados para expectoração ou higiene da tosse.

. Cuidar também da saúde mental de todos. A comunicação pessoal afetuosa pode aliviar a ansiedade.

 

 

3. Interação com o ambiente externo

. A restrição ou até mesmo a suspensão das visitas[1].

. Evitar o uso de elevadores. Se utilizar, reduzir a lotação para no máximo 3 pessoas de cada vez.

. Evitar aglomerações e os espaços fechados. Não utilizar salão de festa/convivência.

. Deve-se desinfetar também os objetos (móveis e equipamentos, usando álcool 70% ou solução desinfetante) e os alimentos (seguir as normas de higienização).

. A entrega de mantimentos, produtos farmacêuticos e de higiene, etc. deve ser restrita a um número limitado de locais, como a entrada principal do prédio. Nas Moradias da Fump, o recebimento de encomendas continuará sendo feito exclusivamente em suas portarias.

 

4. Gerenciamento

. As equipes de limpeza se dediquem ainda mais às práticas diárias de limpeza, utilizando sempre os EPIs necessários.

. O medo, natural diante dessa situação, não seja desculpa para espalhar a falta de conhecimento técnico-científico, a xenofobia, o racismo e a discriminação que dificultam ou impeçam o controle sério e responsável à epidemia.

. Qualquer estado gripal, mesmo que inicial, seja comunicado ao síndico ou à Gerente de Moradias (covid19@fump.ufmg.br), com confidencialidade. A transparência é aliada do combate à doença.

. Resultados positivos para COVID-19 devem ser obrigatoriamente informados ao síndico ou à Gerente de Moradias (covid19@fump.ufmg.br), que deverá comunicar a todos os moradores.

 

5. Se existir a suspeita de algum estudante com síndrome respiratória[2]

. Em caso de suspeita de quadro gripal, com quaisquer sintomas, particularmente, febre, tosse, coriza ou outros, encaminhar-se, o mais rápido possível, para a Unidade Básica de Saúde da sua área de abrangência (anexo), ou para a UPA Centro Sul (Belo Horizonte).

. Manter-se em quarto individual e bem ventilado, com a porta fechada para demais cômodos da casa/apartamento. Caso não seja possível, manter distância de pelo menos 2 metros das pessoas.

. Limitar o número de cuidadores e não receber visitas.

. Limitar a circulação, verificando se os ambientes compartilhados (ex: cozinha, banheiro) são bem ventilados (manter as janelas abertas).

. O estudante com SG e seu cuidador devem usar máscara cirúrgica bem ajustada ao rosto quando estiverem no mesmo ambiente e durante a sua manipulação. As máscaras não devem ser tocadas ou manuseadas durante o uso, somente trocá-la se ficar molhada ou suja com secreções.

. Quando for necessária a troca da máscara, descartá-la imediatamente e realizar a higiene das mãos com água e sabão ou álcool a 70%.

. Ao realizar higiene das mãos com água e sabão, utilizar, preferencialmente, toalhas de papel descartáveis para secar as mãos. Caso não seja possível, usar toalhas de pano e trocar quando ficarem molhadas.

. Etiqueta respiratória deve ser praticada por todos da residência: cobrir a boca e o nariz durante a tosse e espirros ou usar lenços de papel ou cotovelo flexionado, seguido de higiene das mãos.

. Descartar os materiais usados para cobrir a boca e o nariz, imediatamente após o uso.

. Evitar o contato direto com fluidos corporais, principalmente secreções orais/nasais e fezes, e caso ocorra, higienizar as mãos em seguida.

. Luvas, máscaras e outros resíduos gerados pelo estudante com SG durante os cuidados no domicílio devem ser colocadas em lixeira com saco de lixo no quarto da pessoa doente antes do descarte com outros resíduos domésticos.

. Não compartilhar escovas de dentes, talheres, pratos, bebidas, alimentos, toalhas ou roupas de cama.

. Talheres e pratos devem ser limpos com água e sabão ou detergente comum após o uso e podem ser reutilizados.

. Limpar e desinfetar as superfícies frequentemente tocadas, como mesas, cabeceiras de camas e outros móveis do quarto do estudante com SG, diariamente com desinfetante doméstico comum.

. Limpar e desinfetar as superfícies do banheiro, pelo menos uma vez ao dia, com desinfetante doméstico comum.

. Roupas limpas e sujas, roupas de cama, toalhas de banho e de mão do estudante com SG devem ser lavadas com água e sabão comum. Evitar agitar a roupa suja. Não há necessidade de lavar esses itens separadamente.

. Realizar higiene das mãos imediatamente após limpar ou manusear roupas ou superfícies com fluidos corporais.

. Os estudantes com SG devem permanecer em casa até a resolução completa dos sintomas (em média 07 dias após o início do quadro) ou até que se tenha resultado dos exames, descartando ou confirmando o caso.

. Considerando as evidências limitadas de transmissão pessoa a pessoa, indivíduos que podem ter sido expostos a casos suspeitos de infecção pelo novo coronavírus (incluindo cuidadores e trabalhadores de saúde) devem monitorar sua saúde por 14 dias, a partir do último dia do possível contato, e procurar atendimento médico imediatamente se desenvolver sintomas gripais, como febre, tosse, falta de ar e dificuldade para respirar.

. Não há indicação de isolamento para pessoas assintomáticas egressas de locais com transmissão sustentada e para contatos de casos suspeitos de CoVID-19.

. Contatos sintomáticos devem procurar o serviço de saúde, informando sobre o seu contato com o caso suspeito ou confirmado. Evitar utilizar transporte público.

 

 

 

Os jovens estudantes têm risco menor de agravamento da doença, têm um papel essencial na sua prevenção e devem colaborar de forma especial com a proteção de idosos, pois circulando por diferentes ambientes podem ser portadores sem sintomas. Evite contato com pessoas idosas!

 

Belo Horizonte, 23 de março de 2020.

Comitê Local da Fump do Enfrentamento do COVID-19

 



[1] Na Suíça, por exemplo, em fase de confinamento social desde 12 de março, somente são permitidas interações entre familiares da mesma residência.

[2] Síndrome gripal (SG) - indivíduo com febre (>37,5OC), mesmo que referida, acompanhada de tosse ou dor de garganta e com início de sintomas nos últimos 7 dias, independentes da história de viagem, contato com casos suspeitos ou confirmados de COVID-19.

 

Anexo:

1. Para saber mais informações sobre as Unidades Básicas de Saúde de sua Regional em Belo Horizonte: lista de telefones e e-mail das Gerências de Assistência, Epidemiologia e Regulação (GAERE) da Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte

 

GAERE

E-mail

Telefone

Barreiro

gaereb@pbh.gov.br 

3277-5946/5921 

Centro Sul

gaerecs@pbh.gov.br 

3277-4331/4845 

Leste

gaerel@pbh.gov.br 

3277-4998/4477 

Nordeste

gaerene@pbh.gov.br 

3277-6241/6242 

Noroeste

gereno@pbh.gov.br 

3277-7635/7647 

Norte

gaeren@pbh.gov.br 

3277-7841/7853 

Oeste

gaereo@pbh.gov.br 

3277-7082/7085 

Pampulha

gaerep@pbh.gov.br 

3277-7938/7933 

Venda Nova

gaerevn@pbh.gov.br 

3277-5413/5414 

 

2. Em Montes Claros: Unidade Básica de Saúde próxima ao ICA – UBS Planalto, de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas.

 

3. Ministério da Saúde: aplicativo gratuito para celular: Coronavírus SUS. Além de informativo, traz o mapa com as Unidades Básicas de Saúde mais próximas.